domingo, 30 de setembro de 2012

Essência

Minha Essência.

Pai. Mãe. O inicio de mim. Tudo o que sou. Meu verdadeiro DNA. Literal.
Ele, o amor e a dor em extremos.Saudade
Ela, o amor, em força. A dor por consequencia. Amor e dor que me movem até hoje. O amor, maior do mundo. A dor , que eu queria transferir pra mim. Toda ela, dobrada e redobrada. Só pra lhe aliviar.

Cadu. A herança. Pedaço meu, continuação. Todos os motivos pra me provar o quanto cada dia vale a pena, e valerá.

Entre a saudade de meu pai, toda a minha vida por minha mãe, e o meu ser consolidado no meu filho, vou me formando, me fazendo. Fui me criando, me tornando eu, o melhor eu que eu pudesse ser.

Entre as dores do meu coração, as esperanças da minha alma, os suspiros no meu caminhar, vou levando esta santa essencia, este presente divino de amar assim, esta grandeza que levo densamente , intensamente, sempre , e pra sempre.

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Sei o caminho dos Barcos...

Os Barcos

 

 

 

 






Legião Urbana



Você diz que tudo terminou
Você não quer mais o meu querer
Estamos medindo forças desiguais
Qualquer um pode ver
Que só terminou pra você
São só palavras, texto, ensaio e cena
A cada ato enceno a diferença
Do que é amor ficou o seu retrato
A peça que interpreto,um improviso insensato
Essa saudade eu sei de cor
Sei o caminho dos barcos
E há muito estou alheio e quem me entende
Recebe o resto exato e tão pequeno
É dor, se há, tentava, já não tento
E ao transformar em dor o que é vaidade
E ao ter amor, se este é só orgulho
Eu faço da mentira, liberdade
E de qualquer quintal, faço cidade
E insisto que é virtude o que é entulho
Baldio é o meu terreno e meu alarde
Eu vejo você se apaixonando outra vez
Eu fico com a saudade e você com outro alguém
E você diz que tudo terminou
Mas qualquer um pode ver
Só terminou pra você
Só terminou pra você

terça-feira, 6 de março de 2012

Amor próprio


Quando sua vida quiser te mostrar que todos são " amáveis" menos você , duvide.
Não dê ouvidos aos motivos que sua mente inventa , ou que pessoas que nem sempre são tão importantes quanto parecem te dizem.
Não acredite nas suas magoas. Nas suas histórias mal sucedidas.
Não amplie os seus fracassos.
Se os livros de auto ajuda são combustível pra minutos apenas , e ao fecha-lo a motivação fica lá dentro , não se preocupe. Eles são escritos e feitos exatamente pra isto. Pra que você leia mais. Ouça mais. São convencimento. Palavras que nem sempre são autenticas. Apenas montadas, feito fórmula matemática, calculada, pra ter exatamente este efeito. Palavras quase sempre ocas , que com o passar do tempo, não servem pra muita coisa.
Melhor é se basear em fatos. Olhe ao seu redor.
Veja e sinta a admiração das pessoas que te amam.
Olhe pras suas qualidades.
Não remoa o passado. Não projete pro seu futuro o medo dele se tornar outro passado, igual.
Faça a sua parte por você.
Ninguem é dono da verdade. Nem você. Se estiver se convencendo de que você não vale nada, saiba que você esta, com certeza, redondamente enganado

segunda-feira, 5 de março de 2012

Para voce.



1 Coríntios 13

Ainda que eu
falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o
metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que
tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e
ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não
tivesse amor, nada seria.
E ainda que
distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que
entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me
aproveitaria.
O amor é
sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade,
não se ensoberbece.
Não se porta
com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a
injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre,
tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca
falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão;
havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em
parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando
vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era
menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas,
logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora
vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em
parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois,
permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Ciclo da Vida




Os passos caminhantes do nosso crescer


São lua e sol de nós a correr


Revezando seu momento entre sí


Momentos ligados, contínuos,


unidos pra fazer a estrada,


o nosso envelhecer




Dias e noites


Contagem crescente


Estrelas e nuvens,


nossa vida latente




A semente, a flor, o fruto.


Os frutos do fruto


A raiz, a secar




A vida pela vida.


Nada a acrescentar

Amanhã




Enquanto o amanhã não vem


posso parar e deliciar-me com meu hoje, que me basta.




Enquanto me bastar o hoje,


vou me adaptando a pensar nele como ontem


virando história, sem ao menos me perguntar


qual será a cena final




Afinal, são tantos hoje,


que meu hoje se assombra,


pois não há tempo


pois não ha tempo pra este tal , amanhã.




E quam sabe amanhã eu aprenda


que cada dia é vivido de uma vez


e que cada vez vai ser mais difícil,


esquecer de pensar o que poderia ser, se fosse




E se o quase não deixasse o amanhã


quase nosso...

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Os becos secretos da sua alma






Antes o se entregar , ao medo.

Antes a vida , que viver a chorar

Antes correr,fugir,se esquivar, disfarçar

que sustentar o insustentável


Não sei direito

se sou mais o palatável, ou a abstinencia.

O limite imposto pela linha do horizonte

ou o desconhecido atras dela.

Na verdade sei que basta abrir os olhos pra ver

Eu sei que a clareza do hoje, sobressai-se as dúvidas e as perguntas

que insistem em existir

por mero anseio em tentar disfarçar

Mas mudar de estrada

nem sempre nos faz caminhar em outra direção


Sou eu a circular por minhas curvas obliquas

pelas minhas ruas escuras

pelos becos secretos da sua alma

a achar sentimentos ha muito escondidos


Sou eu a trazer-te perto

e querer ignorar-te

sou eu a provocar desejos

e a desejar falsa distancia


Na verdade eu sei que tudo parece fantasia,

mas o real me chama pra cá

enquanto você vai ficando pra la

Feito o fim da tarde

a mãe a chamar.

Eu não queria parar hoje,

porque amanhã eu serei já, adulto

e eu não terminei de brincar.


Nem sempre ha tempo para o tempo

mas sempre ha vida para o amor.

Mesmo na morte ele reina

Afinal somos tolos ao pensar

que a ele podemos nos igualar.


Quero ainda estar

nos becos secretos da sua alma.

Quero ainda vagar a tua escuridão


Ainda que na escuridão do meu quarto a noite

Ainda que na escuridão do teu quarto , quase ao amanhecer

A vida lá fora continua a mesma

e ,não esqueça de lembrar

que nem tudo pra tras vai ficar.